Será que a Realidade Virtual pode substituir os livros didáticos?

23 de novembro de 2021
realidade virtual

A realidade virtual está cada vez mais presente não apenas em  jogos, mercado de entretenimento, filmes de ficção, mas também nas escolas.

Apesar de as salas de aulas já terem acesso a esse tipo de tecnologia, a dinâmica e o aprendizado podem se tornar bem mais divertidos.

O ensino pode ser bastante explorado com essa ferramenta, mas, o que acontecerá com os livros?

Será que a tecnologia pode substituir os livros didáticos?

Com a evolução tecnológica podemos perceber também a evolução na educação.

A realidade virtual pode ajudar a área de ensino a prender a atenção dos jovens e das crianças nascidos neste mundo cada vez mais digital. 

A ideia de utilizar essa tecnologia é oferecer uma nova forma para absorver conhecimento,  além dos livros e das aulas convencionais.

Mas isso não significa necessariamente que a realidade virtual irá substituir os livros. Afinal, os dois podem ser complementos para auxiliar no aprendizado. 

O objetivo de usar a realidade virtual nas escolas é inserir o contexto do assunto capaz de manipular o conteúdo virtualmente para contribuir com o aprendizado.

Afinal, cada estudante aprende de um jeito diferente, seja lendo o conteúdo, ouvindo, assistindo ou escrevendo.

A realidade virtual permite explorar todas as maneiras de aprendizado para potencializar o conteúdo. E, com o avanço desta tecnologia, o processo de aprendizagem pode ser ainda mais rico. 

O Google já auxilia os professores que querem explorar os estudos por meio do ambiente digital. A plataforma Google Expeditions permite que os alunos do mundo inteiro possam viajar a outros países, envolvendo arte e cultura.

A questão ainda é muito debatida e pode ser que ainda não se tenha certeza do que pode acontecer com os livros quando a realidade virtual se tornar mais acessível nas escolas. Afinal, as regiões mais distantes e carentes podem ter dificuldade em adotar tal tecnologia. 

Vantagens da tecnologia na educação

Com a realidade virtual, os alunos vão poder visitar campos, museus, salas e diversos outros lugares em qualquer parte do mundo. Afinal, não são todas as pessoas que terão a oportunidade de visitar pessoalmente um museu na França, por exemplo.

Tal tecnologia pode ser uma alternativa para simular a anatomia de um corpo humano ou até mesmo simular riscos para as profissões como construção civil, medicina e treinamentos militares.

Além disso, os encontros por meio da realidade virtual podem estimular os alunos mais tímidos, amenizando problemas sociais. A tecnologia pode se adaptar a diferentes necessidades e estilos de aprendizagem de cada pessoa. 

Por isso, tem se tornado cada vez mais vantajoso utilizar a realidade virtual.

Outra vantagem é a possibilidade do desenvolvimento de empatia, uma vez  que os alunos terão a experiência e vivência de visitar e conhecer lugares e culturas diferentes.

Outro ponto está no aumento da motivação e do foco, pois, como cada pessoa aprende de um jeito, usar a tecnologia para reforçar o conteúdo auxilia a prender o foco do aluno e na motivação ao estudar. 

Quer ficar por dentro da economia digital? Assine nossa newsletter e saiba mais sobre as novidades do Eu Capacito

Realidade virtual no EAD

No ensino à distância também é possível aplicar a realidade virtual para oferecer a imersão capaz de gerar o entusiasmo que os alunos precisam.

A ferramenta pode ser utilizada na área da saúde, militar, arquitetura, companhias aéreas, empresas automobilísticas e segurança.

Esse tipo de ferramenta nas instituições de ensino acaba ficando mais acessível do que uma máquina de porte médio ou grande, por exemplo. Tudo isso possibilita a implementação da educação a distância em todo o processo de treinamento. 

A realidade virtual traz benefícios tanto ao ensino presencial como na educação a distância, pois permite a aproximação da realidade, o aumento de interesse, o aumento do engajamento, a integração e colaboração e proporciona mais qualidade nos ensinos. 

Portanto, a realidade virtual pode ser utilizada em viagens de campo virtuais, como conhecer qualquer lugar do mundo, museus, patrimônios culturais, aprendizagem baseada em jogos, ensino em ambientes virtuais e imersão em idiomas.

Como toda tecnologia, tudo deve ser usado e analisado com cautela, No caso da realidade virtual, o excesso de uso dos óculos de realidade virtual pode causar náusea, enjoo, cansaço visual e dores de cabeça. Mas, isso não significa que todas as pessoas vão sentir esses sintomas.

Além disso, o uso da realidade virtual pode criar uma geração mais sensível, pois serão capazes de ler as próprias emoções e se colocar no lugar do outro. Os alunos poderão conhecer o mundo e a situação de cada país por meio da tecnologia. 

Assim como as tecnologias vão evoluindo, o ensino também cresce e busca se adaptar para tornar a dinâmica em sala de aula mais atrativa para todos os alunos.

O Eu Capacito disponibiliza uma diversidade de cursos para se desenvolver e opções para adquirir e aperfeiçoar novas habilidades. 

Confira nossa lista de cursos clicando aqui.