Por que você precisa levar sua empresa para o mundo digital mesmo no mundo pós-pandemia?

Digitalização do negócio

Durante a pandemia, pessoas e empresas passaram por momentos de extrema mudança, que podem ter resultado em prejuízos e/ou evoluções. A partir deste cenário, a tecnologia se envolveu cada vez mais na rotina dos negócios e dos clientes. E por isso, iremos mostrar quais os impactos que as empresas estão lidando no mundo atual. 

Por que digitalizar seu negócio?

Em 2020, é evidente que a pandemia trouxe inúmeras mudanças no mundo inteiro. Não só as empresas, mas como no hábito das pessoas, dando mais importância para a saúde e segurança.

Neste cenário, o home office virou rotina, e junto com esse formato, as corporações reforçaram o uso de plataformas virtuais para realizarem reuniões virtuais e investiram mais nos meios digitais, pois a mudança de hábitos dos consumidores se resumiu nos seus smartphones e computadores, diante do cenário da pandemia.

Nestes hábitos, nós aprendemos o quanto o digital virou rotina e como vem ajudando no crescimento das empresas, tornando o ambiente de trabalho mais moderno e simplificando a vida dos clientes.

Se repararmos bem, o ensino, o trabalho, o entretenimento e maior parte das atividades desempenhadas nesse isolamento, foram feitas em frente a uma tela.

Sendo assim, a importância de inserir os negócios no mundo digital é indispensável, pois cada vez mais pessoas navegam por redes sociais, consomem produtos comprados no e-commerce, pedem delivery por aplicativos e assistem a lives de seus artistas favoritos.

Ferramentas digitais para seu negócio

  1. E-Commerce

Abrir uma loja física é extremamente caro, sem contar com a pesquisa de lugares, contratar pessoas para atender os clientes, estoque, aluguel e outras contas a mais o que dificulta ainda mais os varejistas que abrem seus negócios em pleno 2020.

Porém, mesmo com as portas fechadas, o Meio e Mensagem apontou que as vendas por meio de plataformas digitais aumentaram 47% no primeiro semestre de 2020, maior alta em 20 anos. Sendo assim, usar ferramentas de vendas online ajudam a impulsionar os negócios.

Baseado nas oportunidades, os empresários escolhem dentre as várias plataformas disponíveis, investir para colocar os itens em estoque, e assim, iniciar o plano de vendas.

Ao contrário das lojas físicas, o negócio online pode funcionar 24/7 e conta com a infraestrutura necessária para qualquer usuário, seja o jovem conectado ao idoso fora da rede.

Sendo assim, investir em e-commerce é uma ótima alternativa para os empreendedores no mundo digital, durante e após a pandemia. Porém, para começar, é preciso desenvolver conhecimento, por isso, se inscreva em nosso curso sobre a plataforma de e-commerce da Oracle, é prática e simples de usar. Detalhe: é de graça.

  1. Redes Sociais

Outra ferramenta para os negócios no mundo pós-pandemia são as redes sociais, pois cada vez mais a presença de marcas aumenta dentro destas redes.

Algumas das plataformas mais usadas são o Instagram, E-mail, Facebook e até mesmo o WhatsApp, elas podem ajudar a alavancar a presença do seu negócio através do mundo digital.

Dessa forma, escolha aquela que mais se adapte ao seu público-alvo, por exemplo, se o seu produto é voltado para jovens de 18 a 25 anos, a plataforma mais adequada é o Instagram, pois é uma rede que é dominada pela Geração Z, sendo que 75% dos usuários tem menos de 35 anos, seguro o Oberlo.

Sendo assim, use as redes sociais a favor do seu negócio, e aproveite todas as oportunidades de crescimento com a ajuda do curso sobre como gerar conteúdo nas redes sociais para promover sua empresa. Assim, você impulsiona seu negócio e ele se torna mais relevante para os clientes.

  1. Google Ads

O Google Adwords é a ferramenta para ajudar na divulgação de qualquer tipo de site ou e-commerce.

Os recursos da plataforma garantem a divulgação das campanhas, pois anunciam seu site através de links patrocinados, anúncios no YouTube, display em sites, entre outros meios que geram engajamento dentro da plataforma que o empreendedor irá divulgar.

Sendo assim, você também pode conhecer melhor essas plataformas através de cursos online que poderá encontrar no nosso site, Eu Capacito.

Empreendedorismo Pós-Pandemia

Segundo o IBGE, o desemprego aumentou 27,6% em quatro meses de pandemia. Por um lado, parece desesperador, mas por outro, possivelmente terão novos negócios e novas oportunidades no mercado, independente do ramo.

Além disso, por mais que algumas empresas ainda continuem com os métodos tradicionais de vendas, a maioria precisou e ainda precisará se adaptar aos recursos da tecnologia para manter suas portas abertas, tanto físico quanto no digital.

Sendo assim, é preciso desenvolver alternativas que farão o negócio ser atemporal, isto é, fazer com que o produto ou serviço possa ser usado não só na pandemia, mas ao longo de muitos anos e que seja uma grande solução para empresas e para as pessoas.